segunda-feira, 19 de outubro de 2009


Estou pronto para meu julgamento, eu que sempre quis ajudar e muitas vezes fiz papel de juiz estou em um tribunal como réu, todos estão prontos a me julgar, afinal escrever hoje virou crime, ter idéias é como cometer um homicídio, as vítimas dão queixas, induzindo você a acreditar ser uma pessoa que realmente não é... Aponta o dedo na tua cara e diz que você merece ser castigado, neste tribunal o mundo e meus amigos são minha defesa, não cabe a mim agora decidir se sou culpado ou inocente, não apresentarei provas, vou me deixar ser julgado, e fingir nem ouvir a sentença, sentarei aqui no banco dos réus, e me deixar levar por uma vida que nunca escondi, é espantoso o crime que cometi, um crime de ajudar aos amigos necessitados, dar meus ouvidos e coração para apoiar, e ser julgado por não ouvir minha família, gostaria de saber porque as pessoas se acham no direito de julgar, condenar, estou na frente de um juiz cego, nem sequer um poeta... Cometi um crime e devo pagar pelo mesmo.
Minha sentença esta prestes a sair, e acredito que terei minhas mãos amputadas por tal crime...
Me perdoem meus amigos mas a revolta é muita... Realmente estou muito triste !
Mas minhas ideias e minha consciência estão limpas...
Um dia eu volto!
Agradeço a todos, estarei recluso por um determinado tempo!
Até breve...
By Bruxo

6 comentários:

  1. quem somos para julgar o próximos se somos a todos estantes julgados a vida consiste em julgamento meu querido ñ se manifeste deixem que o julge o que importa e a sua conciência .mil beijocas .

    ResponderExcluir
  2. Eu prefiro nem acreditar que acabei de ler isso. Se alguém te condenou meu anjo, eu te absolvo.Quem somos nós para julgar alguém e quem são eles para julgarem o que escrevemos?...somos pessoas que escrevemos com a alma. Espero que tudo seja somente uma brincadeira tua.

    Um beijo nessa alma linda...e fica com meus melhores sorrisos.

    ResponderExcluir
  3. "SENHOR, NÃO ME DEIXE JULGAR UM HOMEM, SEM QUE EU TENHA ANDANDO
    DURANTE DUAS LUAS COM SUAS SANDÁLIAS”- Prece de um índio Navajo.Futuramente, antes de condenar alguém, vamos “usar suas sandálias”. Vamos ponderar, e analisar bem qual seria nossa atitude com “suas sandálias” nos pés.
    Nunca se pode esquecer de que, cada caso é um caso, e certas atitudes aparentemente inexplicáveis, tem sua razão de ser. E que todos tem direito a ter seu direito e seu espaço respeitado, como queremos que o nosso também o seja.
    Espero que não te deixes abater por julgamentos alheios.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Amigos,
    Agradeço o apoio, é nestas horas em que me sinto lisonjeado em ter amigos como vocês, nunca sentamos em uma mesa para discutirmos assuntos, nem mesmo um churrasquinho básico de fim de semana, mas é como se já tivesse frequentado a casa de cada um... Estarei um tempo recluso!
    Voltarei, só não sei quando... e agradeço mais uma vez pelo apoio!

    ResponderExcluir
  5. Si,
    È bom te ver por aqui, mas como disse anteriormente, vou me remodelar, para depois pensar em voltar a escrever... me sinto um antilope a correr...rsrs beijos! E volte sempre

    ResponderExcluir
  6. Gostei do seu blog, parabéns!
    Muito bom o texto!
    Se quiser visitar o meu blog,
    falo sobre educação e cultura.
    Quero divulgar os meus textos,
    se puder prestigiar
    é só visitar o endereço abaixo:
    http://giovanipasini-educacao.blogspot.com

    A partir de hoje sou seu seguidor!

    ResponderExcluir